Artigos por Dr. Daniel Valpaços

A nevralgia de Arnold corresponde à uma dor nervosa na região superior da nuca e na base do crânio, mais precisamente na região occipital, irradiando em forma de “capacete” ou seja da parte posterior do crânio atrás do ouvido até ao olho.

Principalmente unilateral (afectando apenas um lado), pode interferir nas duas direcções.

Esta nevralgia esta relacionada com a compressão e a irritação do nervo de Arnold ou apelidado de grande nervo occipital, situado na zona superior do pescoço ao nível da segunda (2°) vértebra cervical.

As características da dor :

A nevralgia de Arnold apresenta-se com uma sintomatologia com um ou mais sinais como :

  • dor de tipo de uma descarga eléctrica intensa, de aparecimento súbito, evoluindo por crises de alguns minutos, acompanhada por dores cervicais
  • persistência de uma dor “surda” entre as crises
  • os movimentos da região cervical ou a exposição ao frio, podem desencadear as crises
  • a palpação do “ponto” de Arnold, localizado na projecção da 2° vertera cervical, desperta a dor e irradiação
  • a sensação de vomito e de cansaço visual

O tratamento.

O tratamento alopático das nevralgias de Arnold pretende aliviar os sintomas por tratamento medicamentoso ou infiltração de corticoides. Não discutindo a eficácia sobre o médio e longo termo, sendo que têm um efeito directo analgésico, nao conseguem intervir nas causas da nevralgia.

De facto, para aliviar eficazmente esta dor, é necessário diminuir as restrições aplicadas sobre o nervo e respectivamente a sua irritação.

Ou seja, na nossa perspectiva, é imprescindível o tratamento medicamentoso para diminuir as crises nevrálgicas com acompanhamento osteopatico para amenizar as causas compressivas e a etiologia (causa) da nevralgia de Arnold.

O tratamento em osteopatia inicia-se como qualquer motivo de consulta por um interrogatório e testes precisos, a anamnese, para eliminar a suspeita de causa subjacente contra-indicada ao tratamento osteopático.

Frequentemente, a causa situa-se na zona cervical, por bloqueio articular sendo que este poderá vir à estar relacionado com outros disfuncionamentos ou desequilíbrios do corpo à distancia, nomeadamente por fenómenos de adaptação e compensação.

Contudo, é importante ressalvar, que a nevralgia de Arnold é de difícil diagnostico, podendo aparentar-se frequentemente à cefaleias ou enxaquecas.

A consulta do seu médico ou a orientação pelo seu osteopata serão passos importantes.

Prevenção da nevralgia de Arnold :

Para prevenir a nevralgia de Arnold, algumas medidas são importantes :

  • evitar a exposição do pescoço à correntes de ar e ao frio
  • organizar a ergonomia do posto de trabalho
  • adoptar uma almofada apropriada para dormir
  • ter em atenção a posição de dormida
  • promover hábitos saudáveis
  • consulte um oftalmologista uma vez por ano, sendo o défice visual um fator acrescido de constrangimento na zona cervical
  • use auriculares quando usa o telemóvel de forma prolongada
  • pratique alongamentos diários ou pratique pilates clínico
  • considere que a sua coluna vertebral, ao mesmo titulo que os seus dentes, necessita de um “chek-up” anual

Notas importantes :

  • Este é um artigo de opinião, sendo que apenas representa a nossa visão desta patologia, não sendo uma forma de diagnostico nem de promoção de cuidados de saúde.
  • A osteopatia não se substitui ao seu médico nem a toma de medicamentos.
Top