Artigos por Dr. Daniel Valpaços

 

A fascite plantar é uma afecção do pé causada pelo estiramento ou pela ruptura da fascia plantar, membrana fibrosa que vai do osso do calcanhar  até à base dos dedos do pé. Essa membrana consiste, de certa forma, num suporte, num ”chão” para o pé.

A fascite manifesta-se essencialmente nos desportistas devido a solicitação frequente e intensa das estruturas do pé.

A primeira medida à adoptar é a paragem da actividade física e o tratamento com cuidados adequados.

Uma ou outras das situações seguintes podem ser a causa :

-       a pratica de desporto sem preparação adequada dos músculos, tendões, ou com respectivo equipamento. Jogging ou atletismo, saltos, ténis, dança, treino com simuladores vibratórios.

-       a obesidade é um factor importante, nomeadamente pelo facto que o excesso de peso aumenta as tensões na cadeia muscular n aparte posterior das pernas e por consequência também nos pés.

-       o uso de calçado que sustenta mal o apoio da arcada plantar e do calcanhar provocando um desequilíbrio biomecânico. Sapatos com palmilhas ou calcanhares demasiados duros, tal como os contrafortes muito moles que não estabilizam suficientemente os calcanhares.

-       pés cavos ou pés planos

-       a marcha ou a estação de pé prolongada em superfícies duras.

É obvio de realçar que o próprio envelhecimento normal da fascia plantar torna-o mais fragilizado à ruptura. 

De um ponto de vista fisiológico, a fascite plantar ou aponevrosite plantar, é uma inflamação da fascia que protege os tendões e outras estruturas profundas do pé como mantêm a arcada plantar.

Tratamento médico : 

-       gelo durante 5 à 15 minutos para aliviar a inflamação 

-       descanso e paragem da actividade física

-       exercícios de estiramento 

-       anti-inflamatórios (AINE)

-       injecção de cortisona

        

Tratamento ostéopatico :

Duas formas diferentes de intervenção 

1.  tratando a fascia plantar directamente e tentando normaliza-la em função de outras estruturas do corpo. Esta fascia é comparada à um diafragma que tende à estar em fases de tensão e de relaxamento.

2. avaliando a mobilidade dos osso do pé, onde uma disfunção seja num pé em pronação ou em supinação pode provocar e aumentar os riscos de lesões.

A osteopatia pela sua especificidade e sua abordagem global tanto no pé como na postura em geral, oferecem uma eficácia importante na patologia de fascite plantar em complemento da medicação.

Nota : A Osteopatia não se substitui à consulta do seu médico e ao uso de medicamentos

Partilhe o nosso artigo e deixe o seu like !