AGENDAR consulta   256 099 859

 

 

 Publicações de Dr. Daniel Valpaços

Publicado na revista Zen Energy n° 74 de Março 2015. 

O tendão é uma estrutura anatómica, um tipo de corda fibrosa ligando a parte terminal de um musculo à um osso. Contudo, não representa somente um simples meio de transmissão entre musculo e osso : o tendão apresenta capacidades visco elásticas que lhe permitem resistir à uma tracção e armazenar uma certa quantidade de energia para a restituir durante o movimento. Um tendão é capaz, sem danos, de se alongar cerca de 5% acima do seu cumprimento inicial, participando assim à protecção e estabilização do sistema musculo esquelético.

A tendinite reconhece-se por os seus sintomas específicos : dor à palpação e à contracção do musculo, dor permanente durante o esforço e obrigando geralmente à paragem. Poderá surgir, um ligeiro inchaço ao nível da articulação como vermelhidão ou calor local, sem ser sistemático.

A tendinite manifesta-se geralmente quando o tendão é submetido à constrangimentos demasiadamente importantes num período muito longo, ultrapassando as suas capacidades de resistência.